William Kentridge, o devir e a delicadeza do masculino

Fortuna: Pretensa força ou poder que determinaria o curso dos acontecimentos em uma vida; DESTINO; SINA. Enquanto é dita pretensa a força da fortuna na vida, não tão pretensa é a força de Fortuna – mostra sul-africano William Kentridge. São incontáveis desenhos, gravuras, esculturas e filmes de animação expostos até dia 17 de fevereiro no Instituto Moreira Salles, na Gávea. Absolutamente imperdível.

A mostra foi montada especialmente para o público brasileiro, e é primeira exposição solo do artista na América Latina. Seguindo o viés conceitual do acaso e da constante transformação, inclusive no processo de criação artística, Kentridge nos brinda com trabalhos de uma poderosa delicadeza – não aquela que já nos é conhecida, a da poética feminina, mas um tipo de delicadeza masculina impactante, de traços fortes em preto e branco. Uma delicadeza vestida com trajes de guerra.

Pelas mãos do artista, nascem esculturas com objetos cotidianos, como tesouras e bules transformados em retirantes em sua sina; impressões de pensamentos sobre páginas de livros, o texto sobre o texto; e – em destaque – incríveis animações, em especial Sobriety, Obesity and Growing Old. Com uma trilha pungente, conta a história de Soho, seu império e seu gato que se transmuta em telefones e bombas. Fala de seu amor por Mrs. Eckestein, amor-líquido, que, como o mar, se transforma; e assim, em transformação, é conquistado por Felix Teitlebaum e seus pequenos peixes. Uma história delicada sobre a falsa surpresa, sobre a força da ausência inesperada, sobre transformação da vida. Sobre fortuna.

Kentrigde, nascido em 1955 em Johannesburgo, é formado em ciências políticas, e se dedicou intensamente ao teatro e à ópera, o que justifica a síntese de linguagens e o caráter dramático e narrativo em suas obras. A mostra Fortuna é resultado da parceria entre o Instituto Moreira Salles, a Pinacoteca do Estado de São Paulo e a Fundação Iberê Camargo, e fica em cartaz somente mais uma semana no Rio. Para curar os efeitos de toda a multicolorida catarse de carnaval, a pedida do próximo fim de semana é uma boa dose de delicadeza, verdade e renovação.

William Kentridge: fortuna
Exposição: de 24 de outubro de 2012 a 17 de fevereiro de 2013
De terça a domingo, das 11h às 20h
Entrada franca – Classificação livre

Instituto Moreira Salles – Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea
Tel.: (21) 3284-7400 e (21) 3206-2500
Programação: http://ims.uol.com.br/Programacao/D1096

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s